Dicas para:
 

12 resoluções para um 2021 mais sustentável

31 Dezembro 2020
12 resoluções para um 2021 mais sustentável

Se 2020 foi atípico e o ano das mudanças ditadas pela pandemia, 2021 não vai começar de forma diferente, embora haja esperança de que as vacinas possam devolver alguma normalidade ao mundo com o passar dos meses. No entanto, não deve ser a crise sanitária a ditar todas as regras no que a um dia a dia mais sustentável diz respeito. Tornar o planeta mais saudável depende de cada um. Aqui ficam 12 resoluções para tomar no novo ano:



1. Zero desperdício na cozinha


Planeie as refeições, cozinhe com consciência e reaproveite as sobras para fazer novos pratos. Os números dizem que cerca de um terço da comida produzida mundialmente é desperdiçada. E não é só nesta quadra festiva que isso acontece.


2. Diga não ao plástico


A redução do uso do plástico de utilização única, muito comum em garrafas de água, detergentes, palhinhas talheres, pratos e copos descartáveis, é essencial. Se pensar bem, verá que diminuir o uso dos plásticos em nada prejudica o seu estilo de vida.


3. Compre em segunda mão


Dê uma oportunidade aos artigos em segunda mão. Não é preciso comprar tudo novo para remodelar a casa ou para renovar o guarda-roupa. Antes de comprar, venda também o já não precisa ou não utiliza em casa. Aproveite para rentabilizar objetos, peças de roupa ou móveis.


4. Faça turismo ecológico


Se quer conhecer novos locais, opte pelo ecoturismo. Portugal é um país que lhe pode proporcionar momentos inesquecíveis, com destinos rurais e praias fluviais incríveis, pelo que é fácil utilizar o património nacional e cultural de forma sustentável.


5. Reduza o consumo de água


Quando chegarem os meses mais quentes, poupe água e adote um estilo de vida mais consciente. É possível fazê-lo com algumas mudanças simples de comportamento na casa de banho e na cozinha. Para além de ajudar o ambiente, também vai aliviar a carteira.


6. Privilegie a eficácia energética


Os eletrodomésticos são os grandes responsáveis pelo aumento da conta da eletricidade e muitas vezes não são amigos do ambiente. Descubra os que estão a consumir demasiada energia e troque-os por opções mais eficientes, de preferência os que têm etiqueta A+++.


7. Mobilidade sustentável


Com a pandemia, optar por transportes públicos ou partilhados é arriscado, mas há soluções de mobilidade capazes de reduzir a pegada ecológica. Opte por veículos elétricos ou híbridos e experimente as trotinetes, bicicletas elétricas ou e-scooters. Ande a pé em distâncias curtas.


8. Circule a economia


A chamada economia circular assente na política dos cinco erres. No novo ano, recuse comprar o que não precisa, reduza o consumo do que for possível, recupere o que puder, reutilize o que já não for útil e recicle o que não conseguir em nenhuma das opções anteriores.


9. Faça você mesmo


A estratégia “Do it yourself”, mais do que uma moda ou uma tendência, é uma forma de estimular a proatividade e a criatividade individuais, através da reutilização de materiais. Pode decorar a casa ou fazer peças únicas a um preço muito inferior ao que encontra nas lojas.


10. Viva sem químicos


Eis um grande passo para evitar problemas de saúde e ajudar o ambiente. Opte por alimentos biológicos e por cosméticos naturais. Fazer uma horta urbana, numa varanda ou num terraço, é uma resolução desafiante, que lhe pode dar legumes e ervas aromáticas mais nutritivos.


11. Compre a granel


Pense nos produtos que pode comprar a peso. Arroz, massa, cereais, farinhas ou frutos secos são compras de primeira necessidade que é possível fazer a granel, levando-as pata casa em sacos próprios ou recipientes reutilizáveis.


12. Atenção ao lixo


Cada tipo de lixo tem um fim adequado e é crucial saber onde deve colocá-lo. Não ponha nos sítios errados as lâmpadas, as garrafas de vidro, os cartões, as beatas de cigarro ou os eletrodomésticos velhos.

Partilhe este artigo: